quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

De Capela e de Mota

Há sempre um dado momento em que o Sporting esbarra o seu estado de graça com arbitragens encomendadas. No passado as pernas, as cabeças e as ganas fraquejavam. Este ano, já nos levantámos depois do Rio Ave e nada melhor que uma vitória contra os porcos para "voltar à estrada".

Espero que ninguém se esqueça da recepção do último clássico.

SL

sábado, 21 de dezembro de 2013

Prenda de Natal

Uma vitória frente ao Nacional será a prenda que todos os Sportinguistas desejam. Acima de tudo serão 22 dias (entre o próximo jogo e a ida à Amoreira) em 1º lugar. Tempo suficiente para a cabeça de muita gente sossegar e mentalizar-se que a bipolarização do futebol português pode ser mesmo um cenário do passado recente.

Ao contrário do que muita gente diz, a paragem pode ser útil ao Sporting, tanto como salvadora para os lesionados de Jesus ou as contratações de Fonseca. Parece que muitos se esquecem da margem de progressão da maior parte dos jogadores leoninos. Jovens que precisam, acima de tudo, de interiorizar uma inteligência táctica em campo. Isso aprende-se...não só jogando.

Sabendo como Jardim é meticuloso nestas coisas, não é difícil de imaginar que terá espaço e tempo para trabalhar André Martins e Vitor na chegada à área, Eric, Rojo e Maurício na cobertura de espaços entre ambos, Wilson e Carrilho a fecharem os flancos e principalmente Slimani a receber jogo pelo chão. Os grandes reforços da equipa podem ser mesmo melhorias qualitativas dos que já estão no plantel. É muito mais barato e racional.

Para a direcção serão 22 dias de pesquisa intensa à procura de jogadores em busca de titularidades de modo a ir ao Mundial. Haverá muitas oportunidades únicas...coisas que não convém desperdiçar, sobretudo também com os jogadores que estão na calha da saída (Elias e Labyad).

Só falta mesmo vencer o Nacional. Lá estarei.

SL

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

A melhor equipa

É facto aceite por todos que o Sporting não tem o melhor plantel, não tem nem em qualidade nem em quantidade as melhores individualidades. É aceite também que tem a melhor equipa.

Mas ainda não vi ninguém responder à pergunta (nem sequer colocá-la) porque é que tem a melhor equipa?

Há várias hipóteses, mas se exceptuarmos a típica versão "lucky strike" com que muitos Tavares enchem colunas, têm de existir razões concretas que levaram o Sporting de um 8 para um 80 desportivo.

O que ninguém quer dizer é que:

1/ Provavelmente Bruno de Carvalho é um presidente que soube arrumar o departamento de futebol e tem dado os inputs certos à mudança;

2/ Jardim foi uma escolha muito feliz e tem ele próprio adaptado novos "modelos" de gestão táctica para fazer face à surpreendente carreira da equipa.

3/ Inácio e Virgílio têm criado todas as condições para Jardim trabalhar uma equipa sossegado.

4/ Talvez o que já havia na equipa, com os reforços certos e apostando na prata da casa...não seja assim tão mau.

5/ Talvez a qualidade dos planteis dos rivais não seja assim tão boa;

6/ Jesus e Fonseca são mais problema que solução na estabilidade de benfica e porto.

Uma coisa é certa, uma equipa não nasce do nada, nem da sorte. E sendo assim...não será por nada ou por um mero azar que desaparecerá.

SL

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

A Querida Grande Anita
















Há muitos mitos no futebol português, mas o maior é o da omnipresença do Pintinho. O homem está em todo o lado. Sai da mesa de operações para contratar Quaresma pelo telefone, enquanto dorme vigia as “noitadas” dos jogadores, enquanto caga reúne-se com os irmãos Oliveira para arruinar a Benfica TV...acho que enquanto come manda sms´s para o Fonseca  com a equipa para o próximo jogo.

Em alturas de crise, Pinto da Costa transforma-se numa autêntica Anita. “Pinto da Costa assiste ao treino” – “Pinto da Costa vai a Vila do Conde” – “Pinto da Costa reúne com o Treinador” – “Pinto da Costa fala com os SuperDragões” – “Pinto da Costa apoia...faz...chama...tira...põe...compra...ufff...

Dá a sensação que não existe SAD, é apenas um Pinto da Costa versão matrix que faz tudo...lava as escadas e suborna o fiscal de linha ao mesmo tempo e com igual eficiência. O problema é ..que tem um palmo de testa e atravessou os anos 80 e 90 com uma sensação de estar a ser roubado semana sim, semana sim...já entendeu que não é o Jorge Nuninho que decide a maior parte da coisas...nem resolve já problema algum.

Contratar Paulo Fonseca, não o ter já despedido, ir buscar Liedson, Izmailov ou Quaresma, o “ataque” ao Sporting quando as relações com os benfas nunca estiveram tão “quentes”...isto não é dedo do Pintinho, não é mesmo. Mas a SAD dos tripeiros e uma imprensa muito “disciplinada” monta diariamente este teatrinho. Para quê? Pois não sei, mas todos os regimes demasiado personificados tiveram este dilema...e depois do “grande líder”?

Por isso da próxima vez que virem um título “Pinto da Costa...isto e aquilo” façam como eu e riam-se, pois o dragão está a cada notícia, a ficar mais norte-coreanizado.


SL

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

No fim do fim de semana

Sporting líder. Rivais a dois pontos. Mais 56 variantes da pergunta "candidato ao título" colocadas aos jogadores, treinadores e dirigentes....a imprensa desportiva portuguesa é cada vez mais candidata ao título da falta de imaginação.

Os três golos do leão foram apontados por jovens jogadores da formação. Não significa nada pensará Jorge Jesus. Significa tudo, pensará Aurélio Pereira...e já agora...Paulo Bento.

Os lampiões quase que ficavam de molho no Algarve...valeu...Matic (pronto, este já não sai) e a falta de jeito evidente da estrangeirada toda do Olhanense (os únicos que se aproveitam são o Ukra e o Celestinho...tugas).

Não sei porque é que o Rio Ave não joga em casa "emprestada"...nos Arcos a coisa é muito mais difícil. Frente aos tripeiros, diz o Espirito Santo, "não foram iguais a si próprios"...pois eu acho que ele está a ser muito injusto com os seus jogadores. Foram exactamente a mesma coisa. Perderam.

Mercado:
Carlos Martins e Djaló vão sair a custo zero. Custam 2 milhões por época. Estas frases juntas deviam despedir um dirigente qualquer, mas estamos a falar do benfica.
O Quaresma vai regressar e ganhar 600 mil ano. Os experts não duvidam do talento, mas receiam a condição física e psicológica. O Izmailov receia que o mustang lhe roube a chaise longue.
O Jardim comentou a hipótese Evandro dizendo "temos melhores opções no plantel actual"...o que quer dizer (eu quero) que o brasileiro virá para suplente de André Martins.
O Eder do Braga lesionou-se outra vez. Ou como diria Izmailov, morreu e só vai ressuscitar daqui a uns 256 meses.
Roland Linz vai reforçar o Belenenses. Também na calha estão o Casaca, o Barroso e o Chiquinho.

Lá Fora:
O Real empatou graças, mais uma vez ao Sergio Ramos. Este gajo deve ser o maior embuste da história. O Barça e Atletico ganharam. Nada de novo...
Villas Boas levou 5 na pá...e em casa. O gajo está com pressa para ir para onde? Sem Mancini o City até parece uma equipa.
Na Turquia o Hugo Almeida passou-se e agrediu um adepto no chão. É preciso dizer que o adepto tentou agredir Manuel Fernandes primeiro. O Jorge Jesus já comentou "não vi nada de especial sinceramente".

SL


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Evandro?














Há tipos que mesmo quando jogam no Águias de Camarate parece que andam em campo com uma bola fluorescente em cima. São muito mais que os outros. Evandro é assim no Estoril...tem muito futebol naquelas pernas e seria o ideal para o Sporting. Um 10 que chega à grande-área para partir aquilo tudo...o André é um pequeno génio...mas ainda calça pantufas. A pergunta não é se é uma boa contratação...mas sim:

Quando é que esse gajo assina?

SL

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O que fazer com a auditoria?

1/ Escrever um livro "Os euros que nunca veremos";

2/ Elevar um "Wall of Shame" à entrada do Alvaláxia com todos os nomes que "criaram" este passivo leonino;

3/ Mandar tudo para a PJ para prescrever daqui a 5 anos;

4/ Fazer infografias catitas com animações jolies e partilhar tudo no YouTube;

5/ Criar um novo prémio, oposto aos pressupostos do Stromp, intitulado "éSTrampa"

6/ Editar (em parceria com a Pannini) uma caderneta de cromos com as direcções desde Rocha, onde além das trombas dos mesmos, faz-se uns highlights das suas borradas;

7/ Enviar o documento final para apreciação exaustiva do Conselho Leonino (sempre tinham alguma coisa para fazer até às próximas eleições);

8/ Pedir ao ex-ministro das finanças para ler todo o documento numa única conferência de imprensa;

9/ Pedir à Young&Musgueira para criar jingles de rádio com os best of de disparates e passar em loop na Renascença a seguir ao terço;

10/ Criar uma comissão de análise às conclusões da auditoria para sugerir alterações aos estatutos, expulsões de sócios, aberturas de queixas-crime na PJ e todas as acções que sejam úteis para que nada daquilo se repita tão cedo.

Pior que ser adepto de um clube teso, é ter de ser adepto de um clube teso e frouxo (passe o paradoxo).

SL

domingo, 8 de dezembro de 2013

Mais uma

Nunca o Gil teve tantos adeptos. Azul e vermelho são as cores do clube de Barcelos, mas houve muito tripeiro e muito benfas a "mascarar-se" de minhoto. Azarucho...

Mais uma vez o Sporting não foi esmagador, mas mais uma vez fez a força assentar no trabalho, na união e na calma de quem sabe que está a fazer o que pode.

Patricio fechou. Adrien e William equilibraram. Jefferson e Capel aceleraram. Martins dominou e distribuiu e....Montero fez o resto.

Patricio, Cedric, Adrien, William, Martins, Wilson, Salomão...7 em 14. Orgulho!

Candidatos ou não, títulos ou não...estamos à frente. Vamos saborear o momento.

SL

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Roubaram o último classificado!

Só quero ver se o Sporting estiver a perder em Barcelos perto do fim se o árbitro vai ser tão porreiraço como os seus colegas. O porto e o benfica estão a jogar tão mal que nem com os "jeitinhos" do costume conseguem ganhar os jogos.

A equipa de Fonseca em 16 jogos fez 2 boas exibições. A de JJ em 17 fez...e estou a ser simpático...3 exibições convincentes. O que é que isto quererá dizer, amigos dos media?

A mim, pobre de espírito, dá-me a ligeira sensação que há muito adepto azul e vermelho de apito na boca. Que os jogadores do Sporting se convençam que a melhor forma de terem o que querem é marcando golos...e evitar que a bola ande a passear na nossa área.

SL

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Merdas Soltas














O Sporting foi desencantar um avançado na III divisão. Lewis Enoh é camaronês e tem 21 anos. O Sporting é um autêntico viveiro de "Cinderelas" e "Gatas Borralheiras"...esperemos que continuem a ter final feliz.

A polémica da classificação é tão merdosa que nem merece entrar nas conversas das tabernas e bancos de jardim.

Ilori vai ser emprestado para não perder ritmo no crescimento. Em português isto quer dizer "ainda é cedo para ti puto...sorry". Pensar que podia estar na lista de centrais para o Mundial...

2 chineses vão renovar e há um novo acordo com a Federação Chinesa de futebol...só faltam os charters para o "I have a dream" de Futre estar cumprido.

O Sporting pode estar interessado no internacional Mexicano Peña...que joga no Club Léon e que alinha com uma camisola verde e branca. Isto tem tudo para dar certo. Um pouco como o Frasco do Porto ou o Bobó do Boavista.

Os jornais dizem que o tal lateral do Palmeiras já não vem para Luz para não tapar o lugar a Cancelo...ou seja, para não baixar a cancela ao Cancelo. Se eu bem conheço Jorge Jesus, a história está mal contada. Estamos a falar num treinador que preferiu Cortez ao Luis Martins ou Funes Mori em vez de Nelson Oliveira.

Jorge Jesus foi "apanhado" a andar por lugares menos próprios nas cabines do estádio do Rio Ave. Resta saber se também teve a ajuda da Prosegur desta vez.

O mundo desabou em cima de Paulo Fonseca...coitado. Arrisca-se a ir para um grande e acabar a época na mesma classificação. Os tripeiros acham que como treinador ele é ainda pior do que Vitor Pereira. Ou seja acham que não vale a ponta de um superdragão (ou de um corno...é a mesma coisa).

O empresário de Atsu diz que nenhum clube do top europeu aceita negociar com os tripeiros pelos esquemas e verbas envolvidas. O que eu acho que ele queria dizer era "nenhum clube honesto".
Os últimos grandes negócios do porto foram todos com as grandes "lavandarias" do futebol europeu.

Há duas grandes duvidas no mundo moderno: a primeira é de que é composta a matéria negra ou anti-matéria; a segunda é...mas como é que o Capela chegou a profissional da arbitragem.

SL

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O que faz falta?

Anda tudo às voltas com o que faz falta ao Sporting para chegar ao título. Todos concordaríamos que não apanhar árbitros manhosos seria mais do que meio caminho andado, mas como ninguém no Sporting andou na faculdade de Canal Caveira...isso vai depender da sorte e de gestão habilidosa quanto à psique esquizofrénica dos homens do apito.

Ter um relvado em condições ajuda, ordenados em dia também...mas andando no arame nas duas questões a verdade é que todos as cabeças "pensantes" apontam o caminho da contratação de jogadores. Mas curiosamente (ou não) nenhum destes iluminados se lembra de agarrar num papel para fazer umas contas de algibeira. A pergunta mais que se impõe, expõe-se, como é que o Sporting os vai pagar?

O carcanhol pode vir de vendas? Se estivermos a falar de vendas de jogadores que estão a jogar, não podemos falar em reforços, mas em remendos. Se estivermos a pensar nos "excedentes" Labyad ou Jeffren as contas são difíceis. Será mais o dinheiro que se poupa nos ordenados e esse, mesmo que saiam ambos, nunca será mais de 1.5 milhões. Como é óbvio não há no mercado reforços ou reforço que por esse dinheiro chegue a Alvalade e arrume com a concorrência limpinho...limpinho.

Sobra Elias. 50% do passe do rapaz vale mais coisa menos coisa entre 4 e 5 milhões. Isso sim daria para ir às compras e não teríamos de ir ao mercado do "tudo a 1 milhão"...mas...há sempre uma porra de um "mas...o Flamengo não tem 2 milhões para dar, quanto mais 4 ou 5. Quer dizer, ter até tem...os cariocas vão receber guito fresco de outras vendas feitas e, como em tudo no Brasil, há sempre um grupo de cartolas prontos a investir nestes negócios.

O pior é que o maior clube brasileiro vive mais atolado de dívidas que a Martifer e isso quer dizer que se não for por "moedas" de troca...a coisa não vai lá. Neste capítulo, é preciso salientar que apesar de notícias em sentido contrário, os jogadores que podiam interessar ao Sporting são os que o Flamengo nunca negociaria sem que o Sporting ainda tivesse de por uns cobres em cima.

E empréstimos? Ora...já nos vamos ver à rasca para bater os prováveis 2 milhões do Piris (o clube pedia 4 e tal), queremos mesmo ficar com as compras de Verão hipotecadas em Dezembro? É que mesmo que fiquemos em (por exemplo) 2º na tabela (e o Porto está a ajudar uma beca) isso só garante 8 milhões...e para equipa de Champions é preciso outro cabedal, que não vem de borla.

Percentagens de passes. É sabido que BdC não é grande fã desse modelo, mas a verdade é que Jefferson e Mauricio chegaram assim, será modelo para atacar Janeiro?

Em conclusão já deu para entender que não vai ser com um estalar de dedos que vai chegar carne fresca para assar candidaturas e tudo vai depender dos negócios feitos nos próximos dias. Se isto fosse uma questão de probabilidades eu diria que há 30% de hipóteses de vermos algum craque novo entrar em Janeiro pela 10A.

E mantenho a minha opinião:
Se não for para jogar, deixem lá mas é a coisa como está...e entretenham-se a arranjar clube para o Welder e para o Magrão.

SL

PS: Walter e Quaresma resolveriam os problemas do ataque do porto...o ataque aos donuts!

domingo, 1 de dezembro de 2013

Mais 3 pontos

A equipa. Sempre a equipa. Não temos as "estrelas" que meia Europa quer comprar por 60 milhões...mas a contenção de custos pelos vistos não afecta a extravagância de empenho colectivo com que o Sporting de Jardim vai brindando os fantasmas do passado.

O treinador e jogadores são incansáveis em campo e fora dele a justificarem o que dizem semana após semana. De vitória em vitória, de conferência em conferência, de pergunta em pergunta...todos querem um cerco mediático ao que o Sporting exige para si próprio...eu pergunto...para quê tanta insistência?

Mais parece por vezes a repetição desportiva da cena clássica em que alguém tenta que o próximo dê um trago num copo carregado de veneno...e insiste até à náusea...para além de tudo o que é um interesse ou curiosidade saudável. 

Continuem assim. A equipa. Sempre a equipa.

SL

Mais do o primeiro lugar

Ao contrário de tantas outras vezes, hoje é dia de ir a Alvalade com a fé toda. A equipa está bem, os adeptos melhor ainda. Há uns jogos atrás ouvimos em pleno estádio dos tripeiros uns rapazes a desejarem-nos ''a todos um bom Natal'' em modo de cantiga da quadra.

Pois hoje à noite não há graus negativos que cheguem para me impedir de cantar...

''Ao porto um bom Nataaaaaal,
ao Porto um bom nataaaaaaaal.
Desejo um bom Nataaaaaaaaal
Para todos bós.''

SL

3,8 milhões por Gilas? Por metade?! Épa, realmente tenho de admitir que ninguém valoriza os jogadores como os tripeiros...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Natal é na Praia...no Estoril Praia

Estamos quase a abrir a tampa do cozido do mercado de inverno. Normalmente o Sporting aproveita para juntar uns chouriços carnudos mas de fraco sabor à coisa. Além de não apurar sabor, aumenta as calorias da refeição.

Já não me lembro do último grande negócio de inverno que fizemos. Ou estou a ficar amnésico ou então o olho que temos tido de inverno é mais ou menos o mesmo do de verão. Torto.

Embora o acerto da última fase de transferências não tenha sido mau (Jefferson, Piris, Mauricio, Vitor, Montero e Slimani acrescentaram) a verdade é que nos pode sair sempre um caramelo na rifa (Welder e Magrão).

Era bom termos dinheiro para um central, extremo, médio pivot e um falso ponta de lança. Mas se não temos...que tal ficarmos sossegados? É que nenhum dos nossos rivais vai reforçar-se. Tripeiros e benfas vão seguir na UEFA e logo...no money no funey, Podem vender....mas comprar, duvido. Luis Leal, Evandro e outros jogadores cá por casa vão ser os grandes apetites...

...e era esse o único dinheiro que gastaria. Principalmente Evandro.

Comé...dr BdC...vai dar a prenda ao pessoal? Ou vamos deixá-lo seguir para onde foram os Stevens Vitórias ou os Carlos Eduardos?

SL

domingo, 24 de novembro de 2013

O que não diz Jardim

Gosto de ouvir as conferências de imprensa de Leonardo Jardim. Não as ouço só quando ganhamos. Tento ouvi-las sempre. Mais do que a fina oratória, pose de expert ou sentido de humor (coisas onde é assumidamente um peixe fora de água) Jardim comunica com clareza aquilo que quer.

De fato de treino, com olhos raramente fazendo contacto, quer com a câmara quer com os repórteres e com um discurso de caminhos incertos, este treinador do Sporting esconde muito do que o faz a ele e à sua equipa percorrer um caminho tão acima das expectativas.

Para os mais interessados nestas coisas, sugiro que atentem mais no que Jardim deixa fora do discurso, para que possam compreender em que página já vai este Sporting. Evita falar de arbitragem, de azar, de ausências, de tudo o que ele não pode controlar, foca-se no que pensou antes e durante a partida, foca-se no que a equipa quis e conseguiu fazer durante os 90 minutos.

Se vos parece normal, escutem outros treinadores da nossa Liga e vão entender a diferença. É preciso estar atento ao conteúdo, não há forma (nisso parece igual a qualquer mister das distritais). Não sou o único a pensar isto e há muitos adeptos sportinguistas enormemente surpreendidos com o posicionamento de Jardim.

Algures entre o atrevimento do Braga e a hegemonia do Olimpiakos está o desafio colocado em dirigir o futebol do Sporting. Algures entre as duas realidades mais recentes, Jardim entendeu qualquer coisa que lhe está a ser muito útil na terceira. Não inventou a roda, mas pôs uma equipa a rodar. E a rodar para o mesmo sítio.

Os que exigem ao Sporting o que não exigem aos rivais serão os únicos que ainda terão reservasn em admitir que BdC teve olhe para a escolha de técnico principal...e depois de Jesualdo, a opção seriam sempre difícil.

SL

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Ideias em Formação

Ponto1
Só concordo com a vinda de putos marroquinos, colombianos, peruanos, chineses ou outros quaisquer se, e só mesmo se, estiver em causa um valor fora do normal que complete algo que a Academia não tenha.

Ponto 2
A idade de afirmação na primeira equipa para quem vem da formação não tem de ser aos 18, 19 ou 20 anos...esses casos devem ser a excepção. O normal é que um puto chegue lá (se tiver essa qualidade) entre os 21 e os 23 anos. Por favor tirem os Figos, Ronaldos, Quaresmas da ideia...

Ponto 3
A equipa B também se chama Sporting.

Ponto 4
Se passar da equipa B para a A não é uma promoção. O contrário também deveria ser verdade.
Jogar devia ser o mais importante na cabeça de um jogador...ainda por cima o ordenado não muda.

Ponto 5
A FPF devia proteger a aposta do Sporting na sua formação de forma diferente. Nenhum clube em Portugal projecta tanto os jogadores jovens portugueses. Benfica e porto dão muitos jogadores aos escalões de outras selecções? Sim, ok. Veremos onde jogam daqui a uns anos.

Ponto 6
Toda a gente acha que a formação devia ser isto e aquilo. Mas até ver quem sabe mesmo da coisa são as equipas técnicas que trabalham dentro do clube. Deviam ser as mesmas a ter mais voto na matéria.

SL

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Ás de trunfo














Nesta suecada a duas mãos, a Portugal saiu sempre o às de trunfo. Ronaldo, claro que com ajuda de todos os outros, arrumou com uma Suécia que ameaçou muito mais do que cumpriu. A dama (diva) de paus do Ibrahimovic fez duas vazas...mas no final a coisa ficou em 4-2.

Nada de euforias (guardo a minha buzina normalmente para feitos um bocadinho maiores que um apuramento - especialmente quando tivemos o grupo que tivemos) mas a nossa Selecção vai a um Mundial onde tinha mesmo de estar.

Brasil 2014 aí vamos nós.

SL

Parabéns ao William pela estreia...certamente um jogo que se recordará. Ele e todos nós.

sábado, 16 de novembro de 2013

Sou Português mas...

...não sou cego. Apesar de tudo o que vou escrever de seguida, quero, como todos os outros ver a nossa selecção no Brasil, secalhar é por isso mesmo que o faço.

1/ O destaque para Ronaldo está certo, mas desculpem lá a blasfémia não foi o melhor jogador em campo. Esse foi de longe João Pereira. Que jogão! (vendido por tuta e meia...)

2/ Acho que foi a primeira vez que eu vi o Bruno Alves e o Pepe não inventarem uma barracada na área. Também a bola andou pouco por lá.

3/ Coentrão está tão em forma como eu. Na Suécia espero que o Paulo Bento entenda que para correr atrás do Elmander vai ter de escolher outro gajo.

4/ A Suécia é uma equipa corajosa, um pouco tosca de bola, pouco criativa e...muito alta. A típica seleção que costuma arrumar connosco.

5/ Alguém viu o Ibrahimovic? Espero que o buraco onde se enfiou dure até quarta-feira.

6/ A principal motivação de Portugal era ganhar sem sofrer golos. Done. A da Suécia? Perder por poucos. Done. Empate? Nope. Queria ver estes loirinhos de 1.95 a abrir espaço nas costas para 3 chitas (Ronaldo pelo centro, Bruma e Varela pelas alas)...mas o Paulo não me vai fazer essa vontade.

7/ Nani é uma sombra triste do que já foi. Alguém sabe se os jogadores podem tomar anti-depressivos? É que o rapaz deprime até a bola.

8/ O Miguel Veloso agora tem gravado na camisola só "Miguel"...se a moda pega ainda temos o "Silvestre", o "António Alberto", o "Kleper", o "Luis Carlos" ou o "Armindo". Se ele se deixasse de manias e perdesse os kilos a mais que tem no rabo...

9/ Os comentários do Tadeia são úteis. Um pouco como as páginas amarelas. São úteis para qualquer coisa...um dia...talvez.

10/ Na Suécia há muitos mais imigrantes portugueses que suecos por cá. E não correm riscos de serem agredidos pelos super-dragões...

11/ Os únicos jogadores portugueses a jogar em Portugal foram...Patrício e Josué. Impressionante.

SL

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

O que tu queres sei eu...!












O plano era bom (ou muito mau, depende do grau de vieirite de que sofres) e como nem todas pessoas se preocupam com "óptimos" ou "excelentes"...as rodas da bicicleta e as águias giraram à velocidade do "sound byte" de anti-oliveira. O problema dos benfas com a SportTV nunca foi editorial. Alguém tem de ter a inocência de um panda bebé para acreditar que as "guerras" entre Vieira e Joaquim de Oliveira eram sobre a linha de fora de jogo, a edição e escolha das repetições ou se o comentador vibra mais ou menos com os golos encarnados.

A verdade é que a redacção da SporTV é muito mais equilibrada e equidistante, que por exemplo, a RTP (esse viveiro de directores de comunicação de tripeiros) ou melhor dizer, os antigos profissionais da redacção de desporto mande in Monte da Virgem. Não, o problema sempre foi....o dinheiro! Joaquim Oliveira é um produto do sistema criado por pinto da costa. Nasceu na escola de negócios das Antas e licenciou-se no monopólio de poder da AF Porto. O que é que os benfas esperavam? Na própria génese do serviço da SportTV não era garantido que o benfica fizesse parte da oferta do canal. Começou mal e nunca mais foi saudável.

Os benfas nunca reconheceram mérito aos tripeiros para ficarem com a parte mais "gorda" da fatia da Tv que cabe aos clubes grandes. Na peugada dos grandes emblemas mundiais, Vieira, esse visionário de obras que o clube não paga, assina por baixo na criação da benfica tv. Mas ao contrário de Man Utd ou Real Madrid, o canal tinha a linha editorial de uma tasca e um elenco a condizer. A vontade de fazer crescer a estação foi aumentando a par da frustrante negociação com a Olivedesportos para a renovação dos direitos.

Pelo meio de uns atribulantes pseudo-negócios com canais que nunca chegaram a existir, nasce a ideia de não vender os direitos a ninguém. Oliveira não cedeu no bluff e não restou a vieira e comparsas outro remédio que não fosse cumprir aquilo que prometeram aos sócios: por um fim à ligação com a SportTv. E se a coisa já era atrevida, mais ainda ficou, alguém "convidou" os benfas a morderem a Liga Inglesa e com algum espanto...Oliveira deixou que a dentada fosse definitiva.

Convém lembrar aos mais distraídos que a Premier League é a competição mais cara em direitos de transmissão internacional e uma das mais complicadas de rentabilizar em Portugal, apenas pelo simples pormenor de horários. A maioria dos jogos acontecem ao Sábado entre as 13h e as 18h, ocasionalmente a meio da semana às 19h. É o cenário menos prime que pode existir e em muitas ocasiões esbarra de frente com os horários do futebol da II Liga e escalões de formação.

Às vezes imagino Vieira no preciso momento em que lhe cai a ficha e entende o enorme favor que fez à redução de custos da SportTv...e é para lá de bom. Se não acreditam em mim, descubram se forem capazes quais são os shares da Premier League actuais.

A fuga para a frente de todo este fiasco está já há algum tempo a ser preparada. Incapazes de admitir ter criado um monstro devorador de receitas...os benfas fizeram o que sempre fizeram quando algo não corre bem: mentem...e mentiram. Os números de adesão à benfica tv são qualquer coisa de mágico. Naqueles números Portugal é uma país cheio de gente disposta a pagar um canal fechado para ver de 2 em 2 semanas um jogo na luz e o Manchester há hora de almoço. Qualquer pessoa que trabalhe no ramo dos "meios" pode atestar o realismo "mágico" do sucesso do canal vermelho.

Só que a derrapagem não pode durar para sempre...e vocês que chegaram a esta parte do texto vão entender que esta é a parte que nos interessa mais. É aqui que entra o Sporting.

A única forma de ainda justificar e recuperar o dinheiro investido (venha ele de empréstimos obrigacionistas ou vendas de jogadores estranhas) é fazer os direitos da Premier e dos jogos do benfica passar para um novo canal criado pelos clubes. Porque não vai nascer nenhuma tv de desporto tão cedo, porque apenas 1 clube (porto) estará satisfeito com o seu contrato, porque com a entrada de BdC no Sporting há um quebrar de ciclo na secundarização de Alvalade, porque a Olivedesportos parece disposta a esmagar o mercado das transmissões em beneficio único do seu lucro.

Por tudo isso, a salvação da benfica tv e da dignidade encarnada face a Joaquim Oliveira, pode passar, paradoxalmente pelo Sporting. É que bater à porta de qualquer clube não alinhado de pinto da costa com a frase "rescindes o teu contrato com a SportTv e assinas por esta estação X onde já está o Sporting e o benfica" é bem diferente que a tirada "rescindes o teu contrato e assinas pela benfica tv.

Para Vieira é uma situação de vitória absoluta. Centraliza os direitos numa mão em que pinto da costa não mexe. Retira a maior fonte de rendimentos dos clubes portugueses da esfera de influência do porto e sobretudo vê aumentada a receita dos direitos que tem, cobrindo provavelmente as perdas do ano presente. Só há um pequeno problema. Estará o Sporting disposto a partilhar o risco? Estará BdC disposto a "salvar" a operação quando pode negociar nas duas mesas o facto de ser o clube do leão o que separa duas estações do sucesso ou fracasso?

A mão encarnada que nos afaga o pelo depois de derrotas mal construídas e os elogios "forçados" à direção leonina não deixam muita margem de dúvida: o Sporting está a ser apaparicado pelos benfas. E como não há almoços grátis...

SL

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Traduzir para "miúdos"

Como seria de esperar, assim que o Sporting meteu mãos à obra para entender como seria "paga" a arbitragem do senhor Duarte, os benfas reagiram.
Há tanta coisa para dizer sobre o comunicado que vamos ter que fazer a coisa por partes e como sou um gajo porreiro, vou vos poupar à totalidade da coisa, "traduzo" só o suminho.

"Resistiu, até esta segunda-feira, o Sport Lisboa e Benfica a entrar numa discussão que entendeu ser natural num primeiro momento..."
Que enorme capacidade de resistência...foi um Leningrado, uma Marcha Vermelha, 7 anos no Tibete...foi menos de 1 dia...uau!

"Sejamos sérios."
....hã!...ah ok...é um exercício?..ok...o benfas que redigiu isto pede aos leitores que apenas neste parágrafo sejamos todos sérios. (Sérios on!) vamos ao resto.

 "Há lances de dúvida no jogo? Claro que há, como há em todos os jogos..."
Ó caramelo! O Sporting não se queixou nos "lances de dúvida"...fê-lo sobre lances em que não há dúvida nenhuma que foi prejudicado.

"...é legítimo que o Sporting peça os relatórios que entender sobre o jogo, e que disso dê publicidade nos jornais que entende..."
Ao contrário de vocês não é?! Ah...pois é quase me esquecia, no caderno de encargos do contrato "publicitário" que têm com Record e Abola essas coisas já estão contempladas.

"...mas seria coerente que pedissem...os relatórios do jogo com o Benfica em Alvalade, com a Académica em Coimbra, com o Olhanense no Algarve e com o Marítimo, também em Alvalade."
Porquê? Porque fomos beneficiados?! Porque as decisões dos árbitros tiveram interferência directa no resultado?! O que é engraçado é que nenhum dos adversários (excepto...curioso...vocês) se queixou.

"...quando assim não acontece perdemos credibilidade e ficamos reféns da demagogia e do mais primário populismo."
Para quem disse que o benfica ia ter de reduzir custos e aumentou em 80 milhões o passivo. Para quem apoiou Fernando Gomes à presidência da FPF (um ex-administrador da Sad portista) com a aval dos irmãos Oliveira. Para quem num dia diz que 3/4 dos árbitros são corruptos e no dia a seguir se transforma na APAF...para quem na mais profunda crise que o país atravessa anda a "mendigar" aos cofres do estado uns largos milhares de euros para uma estátua do seu fundador. Para quem manda um vice-presidente ler recados na TV só para testar as águas dos adeptos. Enfim, querem mesmo falar de demagogia e populismo?

Quantas vezes já vimos alguns directores, editores... condenarem o excesso de protagonismo que os dirigentes assumem em detrimento dos jogadores?
Sim, muitas...e? Confesso que não entendi. Ah...deve estar a falar do Jesus a comemorar uma vitória em Guimarães fazendo wrestling com Polícias...ou o RGS em directo na TV a ler uma lista de 12 árbitros que dizia ele "prejudicam sistematicamente e voluntariamente o benfica"


"Pois bem, os jornais e os seus directores têm toda a legitimidade ...mas ...não podem, no futuro...voltar a cair na tentação hipócrita de criticar este tipo de comportamento ...dada a forma como estão a dar eco de algumas declarações irresponsáveis."
Mas quem escreveu isto acha que existe algum jornal desportivo que esteja a "ajudar" o Sporting...uouuu! Bom secalhar é um aviso...sim, ok, deve ser isso.

Registe-se, ainda, que não houve da parte de nenhum dirigente do Benfica qualquer palavra desrespeitosa em relação a algum profissional do Sporting. 
O redactor esqueceu-se de acrescentar as palavras "desta vez". É uma chatice estar nas mãos do "parceiro ideal" para salvar o dinheiro estourado no projecto Benfica TV não é?

"Não é admissível, por isso, que o presidente do Sporting, pela segunda vez, se dirija da forma que se dirigiu ao treinador do Sport Lisboa e Benfica. A liberdade de expressão tem fronteiras que devem ser respeitadas."
Esta tirada ganha medalhas! O redactor não afirma que BdC insultou, injuriou ou denegriu a imagem de JJ, mas escolheu a expressão "da forma como dirigiu"...os limites devem ser pequenos e o conceito de liberdade de expressão também na ideia de quem dirige este benfas.

 "Não é por gritar mais alto nem por insultar mais vezes que se ganha a razão."
Sim, mas isto chama-se Portugal e cá no burgo é exactamente assim que se ganha a razão. Para isso muito ajudaram as posturas de duas pessoas: Pinto da Costa e Vieira. Eles são os principais responsáveis.

SL

sábado, 9 de novembro de 2013

Tempo

Em tão pouco tempo e com um investimento muito contido, o Sporting recuperou. Hoje a equipa mostrou mais uma vez que não se inferioriza, nem em caso de desvantagem, não se desmonta. Frente a qualquer adversário a equipa de Leonardo Jardim mantém uma coerência de jogo, embora contra os grandes rivais não consiga um domínio tão eficaz do ritmo da partida, a verdade é que este elenco tem meses de trabalho.

Nota-se que falta ainda qualquer coisa a esta defesa, a este meio campo e também neste ataque para que esteja em plano de igualdade com tripeiros e benfas. Mas não é nada do que as diferenças de orçamento podia deixar antever. Tenho dúvidas até que seja exclusivamente uma questão de melhores jogadores (ajudaria de certeza). Falta tempo e calma a esta equipa técnica para que se materialize tudo o que tem sido visto até agora.

Se não embarcarmos em febres de candidaturas. Se não decidirmos focar no que temos em prejuízo de trocas precipitadas. Se não mantivermos o discurso de peito feito frente a árbitros (caindo na calimerice para justificar más exibições). Se não tivermos orgulho e confiança em putos como Cedric, William, André Martins, Wilson e outros. Se não escutarem os adeptos que querem garra e atitude...estando-se nas tintas para as candidaturas. Se fecharmos os olhos à evolução da equipa B...então voltaremos ao que temos sido no passado próximo.

Mas se BdC, Inácio e Leonardo Jardim continuarem humildes, a fazer o que têm feito, a entender as prioridades todas do lado dos adeptos...então iremos outras vezes à estação de betão de carnide e iremos ganhar muito mais.

Os meus parabéns aos jogadores do Sporting. Não é fácil...nada fácil. Tudo se deve às suas qualidades e sobretudo vontade.

Terem perdido foi uma circunstância...não um castigo. Força rapazes! Agora Guimarães...e que se lixe...vou ao D.Afonso Henriques! Vou lá estar a cantar e juntar a minha voz a este 12º jogador.

A Onda não pode parar! Não vai parar! Viva o Sporting caralho!

SL

Duarte Gomes...sem surpresas. Mas o caminho é ganhar jogos. Mais nada.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Estar melhor












Sempre que chegamos a vésperas de derby, vem à baila uma expressão que parece decisiva para tentar prever quem ganha o jogo. "Estar melhor" é já uma instituição dentro deste clássico. Na maioria das vezes ganha este pre-game quem está à frente da classificação. Em caso de empate (que é o caso este ano) a coisa fica mais complicada, mas muitos jornais e rádios decidiram pelas afinidades que já todos conhecemos, que o benfas, mesmo perdendo o único jogo que não podia perder, recuperou a meio da semana algum capital de confiança.

Isto é absurdo. Ou os padrões de motivação da equipa de JJ ésão tão baixos que uma derrota num jogo decisivo dá alento e confiança...ou o "andor" já serve de bote salva-vidas anímico. Seja como for, é absurdo. Estar melhor significa ter mais futebol, mais garra, mais confiança. Tenho muitas dúvidas que esta equipa desta vez não seja o Sporting. Estará mais fresco, sem obrigação de ganhar, sem treinador sobre brasas (não me venham com tangas...a despromoção para a Liga Europa é mais um prego na condição do Jesus) e...muito importante...com um 12º jogador nas bancadas que promete competir em apoio com um estádio cheio de lampionagem à beira de um colapso de realidade.

E depois...de estar melhor antes, alguém vai estar melhor durante....e quem sabe "estar" ainda melhor depois do apito final. O que me parece é que há gente muito preocupada que esse "melhor" seja o Sporting, ou melhor ainda, que o que fica pior é o clube do pássaro na roda de bicicleta.

Pode ser que tanta preocupação faça sentido. Ainda para mais parece que em Janeiro vai haver saldos num determinado clube e curioso...não é o Sporting. Elias, Jeffren e Labyad são (pelo que entra e pelo que deixa de sair na tesouraria) mais que suficientes como vendas. Podemos estar a falar em 7 milhões (venda de Elias e Jeffren) a entrar a somar a 3 milhões que não saem (salários dos três até Junho)...um grande balão de ar, sem prejudicar desportivamente a equipa (o que nunca acontecerá em carnide...a não ser que vendam pela 34ª vez o Roberto a mais um fundo sem fundos).

"Estar melhor" vale zero. Os 2 treinadores sabem disso. Os jogadores sabem disso. Até parte dos adeptos sabe melhor que isso. Mas...há uma outra realidade paralela, uma que acredita que uma derrota em Atenas contra uma equipa grega que fez de tudo para perder um jogo...é um sinal de recuperação. Uma que nos quer fazer crer que os benfas não jogaram a época nos 2 jogos frente aos leixonenses do Pireú.

O "melhor é estar" preparado para tudo, apoiando a equipa a 100%. Porque "estar melhor" também é estar com a equipa e mesmo perdendo "ficar bem melhor" do que outros ficam quando ganham.

O melhor plantel de sempre do benfas tem os mesmos pontos que um plantel de contenção financeira do Sporting. Ou o treinador é hiper-incompetente ou alguém "estaria melhor" se estivesse calado.

SL


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Contar histórias

É um chavão dos nosso tempos e é verdade. Qualquer um pode escrever um livro. Sobre qualquer pretexto ou motivação até eu posso ter a pretensão de me "armar" em escritor. É típico qualquer gato pingado que passou por alguma polémica mediática, venha a "encaixar" algum com o interesse "de porteira" sobre a sua versão dos factos (não confundir com verdadeira).

PPC (o gajo, não as parecerias) fez parte da pior direcção do Sporting. Era um nº2 outsider da banca (o que o nosso ex-bófia tentou compensar com uns biscates bem remunerados) junto de um Godinho ele próprio também em nº1 outsider à competência. O que é que ele tem para nos dizer assim tão interessante? Eu respondo também: nada. Roupa suja.

Não sei o nome do livro, mas podia muito bem chamar-se: vou chibar-me a toda a gente o que eu vi dentro do clube. Isto é de um ex-polícia? De um homem a sério? Dar com a língua nos dentes preto no branco já depois de meses da sua saída? Já não tinha boa opinião dos esquemas que andou (amadoramente) a montar para cilar um crápula de um fiscal de linha ou a sua "empresa" de espionagem de jogadores do clube...mas este livro então, tira a fotografia de corpo inteiro do carácter do moço.

A obra terá as suas verdades, as suas meias-verdade, mas aquilo que eu aposto que vai dar sumo nos media, serão as acusações...quantas delas falsas, quantas delas exageradas ou inventadas...ninguém sabe. O que se sabe é que é muito triste ter o azar de ligar o passado do clube a este tipo de bandalhos.

Ele que escreva não 1, mas logo 10 de uma vez.  É me igual ao litro...de bagaço.
SL

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Mais um round de wrestllng americano?












Já se percebeu que os clubes “pequenos” não fizeram do actual presidente da Liga aquilo que queriam. O tipo foi eleito para salvar as contas do Gil Vicente, Beira Mar, Setúbal e afins, mas como se esperava, conseguiu zero.

Estes clubes, sabe-se lá convencidos por quem (leia-se tripeiros) acharam por breves dias, que algo no futebol português podia ser realizado para beneficiar a maioria de votos na Liga. Acontece que na escola onde eles andam já o porto foi professor. Antes que celebrassem a vitória nas eleições da Liga, já o afilhado da SAD tripeira tomava conta da FPF.

Assim que o pintinho “desgostou” do presidente da Liga, demoraram apenas alguns segundos até estar montada uma autêntica caça às bruxas. Mas convém lembrar aos mais desavisados que Mário Figueiredo é sócio de Moreira dos Santos, que é só...o advogado de quem?...exacto! Do pintinho.

Sporting e benfas assistem a estes teatrinhos de cadeira, tontos, a querer desesperadamente apoiar o alguém que esteja em cruzada anti-tripeira...mas todos os são jorges ocasionais, no final, revelam-se sempre mais um peão no xadrez novelado do são jorge nuno. 

Este "despedimento" é só mais um episódio, em que um "amigo" dá lugar a outro, em que a banana dá lugar à laranja...ou se quiserem que um Mário dá lugar a um Rui Pedro. Sim, porque o outrora encarregado mediático do cambalacho da compra da TVI pela PT ou do caso Taguspark...é um notório portista que está na SAD do belém por mero acaso e é um portista ferrenho (dragão de ouro)...só mesmo por mero acaso. Corrupto, portista e completamente fora do "mundo do desporto"...mas é claro que dará um excelente presidente da Liga! Alguém tem dúvidas?

Não era hora, digo eu, de Sporting e benfas "parirem" para a presidir à Liga, um gajo completamente à prova de "fruta e viagens"? 

Não era hora dos clubes de lisboa, perderem o medo e começarem a chamar estes gajos todos pelo nome?!

SL

"Roberto elimina benfica da Champions" - Mais uma vez?!

domingo, 3 de novembro de 2013

Dar nas vistas

Os tripeiros perderam as chaves da "máquina de ganhar". Os benfas vivem no calvário exibicional de Jesus. O Paços desceu aos infernos da tabela nas mãos do anti-midas Costinha. O Braga versão Professor é bem pior que a versão pé frio do Peseiro. O Estoril deste ano morre sucessivamente na Praia. Marítimo, Rio Ave, Nacional e Guimarães estão idem aspas aspas face ao exercício do ano passado.

A grande estrela desta liga tem um nome e não é o bus de Deus gilista de certeza.

Atrevo-me a dizer que se a liga dos pontos é ganha por regularidade, a liga das vendas de jogadores é feita pelo destaque de boas exibições. O Sporting tem o azar (merecido) de não ter montra europeia, mas sejamos honestos, nenhum jogador que é vendido por milhões de euros foi detectado só por estar na Champions...isso é imaginar que as empresas de scouting dos grandes clubes europeus vivem de relatos em pergaminho enviados por estafetas a cavalo...acordem por favor.

As surpresas de William e Adrien, as confirmações de Jefferson e Capel, a descoberta da pólvora de Montero não são realidades só notadas nos blogues ou painéis de tv. Estarão em várias listas, em várias prioridades, muito pela diferença de custo entre o fim da 1ª volta e o fim da liga. É um facto, jogadores como William valeria 500 mil euros no principio de Agosto, 8 vezes mais há umas semanas e daqui a dias, depois da chamada à Selecção, talvez ainda muito mais...

Saiba BdC resistir às propostas indecentes e muitos destes, acredito, serão muito da recuperação financeira feita para a época 14/15, O plano sempre foi esse e todos nós sabemos que mais do que títulos interessa tirar o clube das garras dos juros e proveitos hipotecados.

SL

sábado, 2 de novembro de 2013

O arrasca também dá 3 pontos.

Vitória muito importante. Noutras realidades paralelas, o Martins de semblante carregado e sofredor tinha ido à flash interview vangloriar-se de mais uma grande habilidade autocarrista em Alvalade. Desta vez foi falar de não sei o quê...equipa jovem...boa atitude...expulsão...sei lá o que é que quis dizer.

Depois deste jogo, é cada vez mais evidente que este Sporting não vai fazer uma má época. Pode não dar para títulos, mas vai fazer boa figura. Hoje houve muita gente desinspirada: Jefferson, Cedric, Rojo, Dier, Adrien, Vitor, Carrilho, Montero (8 em 11). Mesmo assim, o colectivo esteve lá e com as boas entradas de Wilson, Slimani e Mané o Sporting estabilizou, principalmente a seguir ao empate.

É bom ver as equipas a temer o Sporting. Sobretudo porque fazem-no com razão. Num jogo razoável do Sporting...a equipa produziu 7 ou 8 oportunidades para marcar. Nem nos tempos do Paulo Bento o colectivo esteve tão bem montado para ganhar jogos (mesmo não jogando bem).

Faltam individualidades, um 10 a sério, um central de classe e um extremo à dimensão de Capel. É que Vitor já não vai lá com a idade que tem e o Martins ainda precisa de 1 ou 2 épocas para ganhar calo. Dier é promissor e Wilson também, mas essa é mesmo a linha que nos separa de sermos tão ou mais fortes que os candidatos. Contingências de orçamento. Já não seria mau passarmos janeiro sem ver sair alguém.

SL




sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Ainda o 12

Podemos ter a pior equipa, o pior orçamento, o estádio mais modesto com a arquitectura mais duvidosa. Podemos ter menos peso nos media e muito menos poder no sistema. Podemos ter pouca atenção do futebol europeu, podemos ter um palmarés mais modesto.

Nada disso retira o nosso orgulho. Nada nos menoriza, nada nos causa sentimentos de insegurança ou complexos de inferioridade. Na hora da verdade competimos, vamos à luta. Porque não somos "grandes" pelos pentas e hexas, não somos grandes pelo estádio com 4 ou 5 anéis, pelos milhões de adeptos ou milhões de euros de vendas.

Somos grandes porque somos uma grande família. Uma grande massa de gente que gosta de desporto, fiel, corajosa e acima de tudo apaixonada por um emblema. O leão. O nosso símbolo representa-nos e nós desempenhamos bem o papel.

Somos grandes adeptos. Este ano, ganhando ou não, existe algo que está a mudar. Nós estamos a regressar ao clube. A voltar ao estádio. A vestir as camisolas. A tirar os cachecóis da gaveta. Ganhando ou não no campo, estamos a ganhar cá fora.

Numa semana de derrota, a única até agora este ano, reagimos com energia e optimismo. Ninguém baixou calças ou cabeças, não houve toalhas nem ânimos jogados ao chão. Acordámos ainda mais. Não me espantaria se Alvalade ficasse perto de encher frente ao Marítimo.

E isso é uma prova de muita força. Agradeço à Direção por estar a tentar motivar cada vez mais as pessoas para olharem o seu clube de outra forma. A maior parte já entendeu o que se pretende e a adesão à nova realidade do Sporting contagia também a equipa. A maior parte já acredita e apoia quem chefia o clube. A família está a ganhar uma nova voz e tem um líder para a exteriorizar.

Nem tudo serão rosas nem tiros certos. Mas ter um 12º jogador motivado e ambicioso vale muitos golos, muitas vitórias. Não estamos para "acabar", muito pelo contrário...estamos é a começar outra vez!

SL

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

12 (doze)



















Retirar o numeral dos equipamentos é uma homenagem. Apenas isso. Populismo? Sim, é uma medida "popular"...mas isso não quererá dizer também que é um gesto feliz?

As medidas "populares" não são más. Popular não é o mesmo que hipócrita ou cínica. Parece-me que ultimamente há muitos que se confundem nestes significados. É muito curioso...que a acusação de "populismo" seja arremessada a quem, antes mesmo de ser eleito, já anunciava que queria regressar a uma política de gestão mais centrada nos adeptos - uma política mais...popular.

João Rocha tomaria de olhos fechados a decisão de retirar o 12. Acusá-lo-iam de populismo?

Reduzir o orçamento para metade foi "popular"? Despedir técnicos, funcionários entre os quais glórias antigas, foi "popular"? Fazer estagnar o processo do novo pavilhão foi "popular"? Voltar à estaca zero no processo da Sporting TV foi "popular"? Vender quiça a maior das vedetas futuras por 10 milhões foi "popular"? Não inscrever os 2 jogadores mais caros do plantel foi "popular"?

Critiquemos o que deve ser criticado. Não inventemos novos rótulos para a actual gestão, chapéus que custa enfiar, especialmente quando estamos ainda a "esgravatar" a nossa recuperação e quando estamos a emergir de 2 décadas de gestão "fato e gravata" em que o "12" eram os "clientes", o "target" ou os "consumidores".

Caricato que possa parecer...o "12" pode até vir a ser uma excelente ferramenta de marketing de relação com os sócios. E se há coisa que o Sporting tem sido mau é a entender que só será forte de tiver os sócios do seu lado. Não é o Jorge Mendes, o Vitor Pereira ou a SportTV que sustentam o clube. Todas as épocas o maior encaixe financeiro do clube vem dum único sítio - chama-se...sócios.

Pagamos bilhetes, compramos merchandising, pagamos cotas, adquirimos gameboxes...falamos do clube nas redes sociais, damos audiência nas TVs...na verdade não somos bem o 12º jogador, um suplente...somos isso sim...o maior investidor e maior divulgador do clube...somos todos os números de 1 a 11, pois sem nós não havia nada.

SL

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Impérios












Porque a verdade é esta:

Para os tripeiros competir é uma guerra. Vale tudo o que seja destrutivo, que deflagre, químico ou nuclear. Não há convenções, regras ou códigos de honra. É a lei do músculo aliada com a trapaça, o esquema, o ardil. Mafiosos? Não...os mafiosos têm um código, têm um limite onde a decência regressa, mesmo que para justificar o injustificável.

Onde assenta a moralidade e o "justificável" dos portistas? Simples. Não assenta. Navega...ao sabor do que é necessário. Preciso de um penalty, preciso de um castigo, preciso de um jogador, preciso de dinheiro, preciso de encobrimento nos media, preciso de desacreditar um treinador, jornalista ou dirigente...preciso de conseguir pela "imundice" aquilo que não consigo pelo mérito.

O pior não é que haja alguém que tenha montado uma fórmula de sucesso desportivo ajustada a esta forma de pensar cobarde. Muito mais grave é existir quem pense que se combate cobardia com ainda mais cobardia. Quem acredite que se combate trapaça com mais trapaça. Quem imagine que só sendo mais biltre que o pintinho é que será possível derrotá-lo.

Não. Os casuals, as brigadas federativas vermelhas, os esquemas cardinali, nada resulta. Porque na sabujice, os tripeiros e seus tentáculos intermédios levam muitas eras de avanço e desconfio que exista dentro de cada um nojo suficiente em descer tão baixo...tão reles e tão capaz de odiar.

Pintinho e os seus anteros e adelinos, criaram um gene. Um gene novo desportivo. Odeie-se tudo. Tudo o que não veste a mesma camisola. Adversários, concorrentes ou rivais são utopias pouco viris, são anedotas para meninos...nos corredores do estádio dos tripeiros respira-se masculinidade suficiente para achar que respeitar um outro clube que dispute os seus objectivos é sinal de fraqueza.

Cobardia e insegurança crónica. Medo. É a cultura e o legado do pintinho. É o que os acólitos do sistema aprendem a receber e usar. Mas desenganem-se os que pensarem que serão seus sucessores. Não houve sucessores de Caligula, Hitler, Pot, Estaline, Pinochet ou outros "queridos lideres". Apenas e só porque também no anti-heroísmo é difícil subir patamares. E mais do que já temos será suicídio social, estravazante do que já é um campo de concentração de valores de dignidade desportiva.

Não. Pintinho não terá upgrades. O pós-Jorge Nuno será uma lenta e agonizante queda de regime, viagem de poder, conflitos e cisões internas, disputa de emuladores do novo Chavismo azul e branco e....claro, a doce e aguardada vingança dos rivais de Lisboa.

Não se enganem os portistas, os decentes, que este reinado "durará" para sempre. Os impérios acabam. Os impérios construídos sem "meios"...acabam mal.

SL

terça-feira, 29 de outubro de 2013

A melhor resposta



















Qual é a melhor resposta a uma derrota? Há várias opiniões, mas vamos só deter-nos em duas cheias de actualidade:

Barbara Guimarães: Uma vitória que esmague psicologicamente os que intelectualmente tentam minorar o nosso valor.

JM Carrilho: Uma vitória completamente embebedada de gente, com botox´s de fervor e implantes de cachecóis e bandeiras por todo o estádio.

SL

PS- Um conselho aos meus queriduxos Super Dragões. No jogo de volta, fiquem em casa. A sério. Não venham a Lisboa. Se gostarem de apanhar, então ok, façam um bom farnel, acrescentem betadine e sacos de gelo e venham de lá todos lampeiros com os vossos blusões azul bebé catitas.
Eu conheço as claques leoninas...e o que vocês fizeram, desta vez, acreditem mesmo, não ser esquecido.

domingo, 27 de outubro de 2013

Um Vacilo pouco Clássico


















6 notas do jogo:

1/ O Sporting não fez metade do que os mais optimistas pensavam que ia fazer. Não sofreu metade do que os mais pessimistas imaginavam possível.

2/ A diferença entre as duas equipas chama-se "calo". No talento, a coisa anda ela por ela, nada do que os dois orçamentos deixam explicito. Na táctica e colectivo, o Sporting parece mais afinadinho...menos arrumada do que devia para um clássico, mas essa é a irreverência própria desta equipa de Jardim.

3/ O Sporting tem que, depois de marcar, "arregaçar mais as mangas". É inadmissível que na jogada a seguir ao empate deixe um lateral fazer de Messi. 2 clássicos, dois golos decisivos de slalom...(é que já nem a publicidade é...estática).

4/ André Martins, Maurício e Wilson foram claramente os "elos mais fracos" deste 11 que iniciou o clássico. Os grandes jogos, mostram muito mais que os outros e estes 3 tiveram "critical fails" que obrigam a upgrades. Vitor mostrou um pouco mais de "cojones", Capel não fez pior (vem do estaleiro) e talvez seja a hora de experimentar uma maldivenha Dier-Rojo no centro da defesa.

5/ Grande presença leonino no estádio tripeiro. Não foi por falta de apoio que a derrota aconteceu.
Bravos!!!

6/ Fomos lá, perdemos. Jogámos à bola. Não mostrámos medo. Mostrámos alguma inexperiência, mas também talento para mais. Podia ter sido um empate (Helton tirou um cantado a Montero antes do 3-1) mas nenhum Sportinguista racional pode dizer que merecíamos a vitória.

O caminho é para a frente e que ninguém diga que temos que levantar a cabeça...porque ela esteve sempre bem alta, o Sporting jogou sempre olhos nos olhos com o porto e... para a semana há mais. É preciso mostrar que ninguém "abandona" esta equipa. Ninguém...a começar no Bacelar Gouveia...(aí se eu não te vejo lá caralho!)

Sporting-Marítimo, dia 02 de novembro, 20h15.

Todos ao estádio!!! T-O-D-O-S!

SL

sábado, 26 de outubro de 2013

Merdas soltas

Ninguém diga que Salvador se demora em tabus. Entre o não e o sim, foram 2 ou 3 dias (se tanto). Das duas uma...ou é um rapaz muito decidido na indecisão ou ainda está a tentar dominar as ferramentas da Pintodacostalogia.

Cheira-me que o benfas e o braga vão lutar pelo segundo lugar...na chicotada mais absurda do ano. A primeira já tem dono garantido, espero eu, mais perto, depois deste fim de semana.

A antevisão de Jesus desta jornada teve qualquer coisa de Comical Ali, o ministro da defesa iraquiano durante a invasão Americana. Também JJ garante que é o Benfica está a ganhar a guerra.

As notícias sobre Elias continuam surreais. Agora é o Flamengo que oferece 4 milhões ao Sporting pelo jogador. Pois...é o melhor jogador da equipa, está à beira da convocação por Scolari, tem muitos clubes interessados...e tudo isto dá só...4 milhões. Lá para o natal pode ser que a qualidade dos cálculos melhore.

SL

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

O que achas disto ó Orelhas?













Um dado estatístico arrepiante. O homem não fez sequer a pré-época e não é dos que gostem de grandes correrias.

SL

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

A juba cresce

O futuro canal de TV do clube recebeu 8 propostas de implementação.

Há sinais de recuperação mais evidentes do que outros. Os bons resultados da equipa de futebol e as poupanças de dinheiro com um plantel mais equilibrado enchem os media e o olho dos adeptos.

Para mim, a notícia que existem 8 colectivos de pessoas que pensam ter a melhor visão do que pode ser um canal, mesmo que seja low cost, de TV é a prova mais viva de que o Leão está a voltar a ser um competidor de peso no mercado desta coisa chamada futebol.

SL

Depois de tantas ameaças e anúncios de rotura de diálogo, Elias, empresário, pai, tia e cão parecem dispostos a serenar os ânimos criados pelos mesmos. Uma mudança de táctica repentina que pode indicar que a balança neste "caso" está a pender para o Sporting.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Candidaturas espontâneas

'"Da pior época de sempre será difícil passar para uma época extraordinária"

A frase foi emblemática e tenho pena que muita gente se tenha esquecido dela. Inclusive até quem a proferiu. É óbvia. É lógica. É útil. Porquê? Porque as fasquias privadas podem ser as que se quiserem. Mas também é obrigatório saber gerir as expectativas dos adeptos, investidores, media, colaboradores...

Não sei se os "arautos da conquista" já reparam que o último título faz mais de uma década...e em todas estas épocas nos declarámos candidatos, em algumas acabámos mais perto do último lugar do que do primeiro.

Precisamos mesmo do rótulo? Os dirigentes precisam dele? Os jogadores? Os adeptos?

Penso que Jardim não estará minimamente de acordo com esta situação, nota-se que a tenta evitar...talvez por saber que ainda vai correr muita água debaixo da ponte, tem uma equipa jovem e (nas grandes figuras) curta.

Antes de um clássico em que o low profile traria muito mais vantagens (posso encontrar pelo menos 5 razões que o recomendem), antes de pelo menos acabar o primeiro terço da Liga, antes de atacar o mercado de Inverno...valia a pena a pressa para anunciar o que quer que fosse?

Apontem-me uma vantagem estratégica para assumir, nesta altura, uma candidatura pública ao título? Apenas uma? Pois é.

Existe um ditado que diz "pássaro que come pedras, sabe o cu que tem"...saberão os anunciadores destas candidaturas espontâneas?

SL

PS- Luis Leal? A "custo zero"? Talvez não seja nada mal pensado. Mesmo nada mal pensado.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Vamos usar a lógica

Ronaldo é melhor que o Ibra, a Luz é o dobro do Ullevi, Portugal é muito mais fixe que a Suécia e os portugueses mestres na Sueca. Perdemos só no PIB, na altura, na indústria porno. Matematicamente isto dá 4 a 3, mas eu acredito que o “àrrasquismo” tuga é bem mais desenvolvido que o nórdico. Tá feito.

SL


PS- Vou adorar a comunicação do Ikea se ficarmos fora do mundial.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Merdas Soltas

O Ronaldo deu um pézinho ao Sporting e tirou umas fotos. Podemos achar o que nós quisermos da personalidade do madeirense...mas depois de desligar o achómetro...temos de admitir que o melhor jogador do mundo provavelmente gosta mais do Sporting que Simão, Figo e Quaresma todos juntos. E se não gosta pelo menos tem um bom sentido de gratidão. Um exemplo para os Brumas.

Sá Pinto, anda em tournée de clubes problemáticos. Depois do Sporting de Godinho, o Estrela Vermelha versão Godinho lá do sítio, agora a Grécia no 17º classificado. Ainda acaba no Paços de Ferreira.

Josué foi castigado por um jogo por cuspir num adversário. Não vai poder jogar num jogo em que não ia jogar de qualquer das maneiras. O significado de "castigo" será mesmo este?

Fonseca ainda não consegui ver a cuspidela. Deve ter herdado a TV do Pôncio Monteiro.

Jesus diz "não falta motivação para jogar com o Cinfães"...ficamos a saber que a desmotivação é só na Champions e na I Liga.

Lima veio fazer de testemunha abonatória de Cardozo. O Sporting tem uma "onda verde", os tripeiros têm a permanente "onda de apito"...os benfas têem um onda Cardoso.

O Izmailov merece o apoio do treinador dos tripeiros e merece o silêncio dos media. No Sporting era indisciplinado, no porto é um grande jogador que vai ainda dar muitas alegrias aos adeptos. Acho que fazer comentários é desnecessário. 

Ricardo Carvalho disse que se precisarem dele....está disponível. Alguém explique ao rapaz que o Seleccionador chama-se Paulo Bento.

SL 

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Play (off) it again...Sam

Hoje vou dar folga ao Paulo Bento...e virar as "batedeiras" à equipa.

Para mim olhar para a Selecção Nacional é sempre um exercício de comparação. Há uns anos não era. No tempo dos Figos, Rui Costas e Decos andávamos demasiado ocupados com o jogo seguinte. Já ninguém se lembrava que existiam calculadoras. Não valia a pena. Tínhamos do melhor e era difícil que Barcelona, Real Madrid, Inter, Juventus, Milan, Manchester ou Chesea não tivessem um jogador português de renome.

Mas o tempo dos virtuosos acabou. À sombra de Ronaldo a safra é cada vez mais fraca e depende absolutamente do que o Sporting vai cultivando. Hoje exportamos para o Sevilha, Zenit, Cluj ou Galasalasalaslalalsaltaray (como diz o Bruma).

Benfas e tripeiros simplesmente deixaram de "pagar as cotas" e o mais (menos) engraçado que é toda a gente acha isso normal e aceitável. Dizem que não têm tempo e precisam de estar no mercado de topo. Eu digo que só por piada é que alguém imagina que os grandes Portugueses acedem ao mercado de jogadores de topo, sem ser como intermediários.

Uma coisa é falar num "achado" como David Luiz, Hulk ou Montero...jogadores com outro potencial, mais raros. Outra coisa são todos os outros, carpetes de jogadores que gozam de crédito a fundo perdido apenas e só porque...sim. Não haveria mesmo nenhum Fejsa, Cissé ou um Reyes em formação nas camadas jovens, nas B´s, noutras equipas da I ou II ligas? Será que não havia mesmo?

O que eu acho que há mesmo é vontade de gastar dinheiro. Encher a peida dos empresários, bancos e escritórios de advogados com dinheiro do clube para que estes por sua vez encham a conta privada de quem governa os clubes.

Apostar no jogador português só esteve na moda durante três ou quatro anos. E vejam como correu bem. Imaginem que o fazíamos como a Rússia, Itália, França ou Alemanha...imaginem, mesmo assim sem Lennon...imaginem.

Mas os nosso dirigentes têm mais barriga que imaginação. Por eles podemos acabar a jogar com 11 Rubens Micaeis...desde que o dinheiro continue a chover e evaporar...

Em tempos de Play Off todos se lembram destes problemas, horas e horas a debater o que está a correr mal, dias a discutir a cor das cuecas do Ronaldo, depois...Portugal é apurado e...tásse! O quê? Problemas onde? Onde?

No mínimo, somos arraçados de esquizofrénico.

SL

Chegou a tua hora Bento


















Como Sportinguista já sou mestrado em "levar" com os teus dogmas "mister". Não tens truques novos, não arranjas ideias novas, nada...há o que sempre houve. Há muita seriedade e rectidão. Aliás és recto de mais.

No Sporting, na Selecção (pelos vistos nunca no Porto. o que só te ficará bem, na minha opinião) vais ser o que sempre foste: um teimoso do caralho. Sim, senhor...tu mandas, tu assumes a responsabilidade, tu és o comandante do barco. Mas desculpa lá se te custa ouvir isto...podias ser um bocadinho menos tu de vez em quando.

És um Ayrton Senna que não sabe fazer curvas. Um Jordan que só atira ao cesto quando está de frente para ele. Um corredor de corta-mato que nunca "corta" o mato. Quando vês um obstáculo, não vais dar volta, vais contra ele. Isso é giro e o pessoal bate palmas à primeira, mas continuar a insistir no método, não é d´homem...é estúpido.

Eu sei que gostas de te ver ao espelho como um gajo duro, de palavra, um tipo à séria e outras tangas do género. Dás-te demasiado valor. Somos vermes ó Paulo. Colecções de bactérias e cadernetas de asneiras. O que deixamos nesta vida é pó e merda. Alguns na tua profissão vão deixar um pó refinado, vão ganhar coisas, vão ser amados, mas...também porque mudaram na altura certa e adaptaram-se. Os outros, onde me incluo, deixamos apenas merda.

Tu e o Jesus (o treinador) têm uma coisa em comum. Acham que o vosso "Osama" é o público, os adeptos. Aqueles que nunca "comeram" o supra-sumo do Ruben Micael ou a diva do Hugo Almeida estamos completamente enganados. Não sabemos da coisa não é? Não vemos que o Adrien não vale nada. Nós não entendemos que é uma asneira por um bom miúdo dos sub21 por troca de um cepo com 29 anos.

Como nos atrevemos a dar-te dicas? Era o que faltava! Hás-de chegar onde queres com as tuas ideias não é. Todas as 4 ou 5 que costumas ter por ano. Daquelas peregrinas como em Alvalade em vez de usares um lateral direito de raiz da casa, super-motivado e titular...não...entra um suplente com 1 jogo nas pernas, com menos experiência, médio de origem, vindo de uma equipa que joga mal.

Ou aquela outra em que um suplente do Braga (!) que teve o seu último bom jogo em 2011 calçou em vez de um jogador que é admitido por todos ser o motor do Sporting, em super-forma.

Assim não caro Paulo. Assim vais de frente contra o TIR na autoroute e nem chegas a ver a placa de Vilar Formoso. Porque meu amigo se não pomos o rabo no avião para o Brasil...vais de voiture para o Levante, Oviedo ou outra emigração qualquer. É a tua hora Paulo Bento. Ou metes gajos a sério para ganhar jogos...ou valises de carton à porta. Bem...secalhar é mais Cartier...que bem ganhas para isso.

SL

Já agora ó Paulo...já que estás a ler isto, vai ao www.facebook.com/leaodeplastico e faz um like. Já somos mais de 100...a encarar tudo com muita...tranquilidade.


terça-feira, 15 de outubro de 2013

Em exclusivo e em primeira mão

Não me perguntem como nem porquê, mas o Leão de Plástico muito à custa de um autografo em papel higiénico da Liliane Marise, conseguiu através da Dona Dália, porteira do lote 3 da Rua da Coisa, um verdadeiro achado mais ou menos jornalístico.

Antes de começarem já a desmerecer no furo, lembrem-se que para estas imagens poderem ser aqui reproduzidas houve pessoas que tiveram de cortar as unhas, encontrar o comando de TV em pântanos e até ocultar discos rígidos Lassie no recto durante mais de 2 lances de escada.

Deliciem-se com os equipamentos dos nosso rivais para 2014-15. Nada de novo eu sei...















(cliquem na imagem para ampliar...vale a pena, quer dizer...vale mais ou menos a pena)

SL

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

O leão precisa de amigos

Não costumo chatear-vos com os cli...na...pub..., mas chiça, perdi 1h30m da minha vida (podia ter
estado a ver mais um filme que daqui a 1 mês já não me lembro se o vi ou não) para entender como se põe uma página de facebook ligada a um blog a funcionar (é muito mais difícil do que parece). E voilá...já dei os pontos todos..

É mesmo isso: o Leão de Plástico chegou às redes sociais! 

Não sei se é motivo para celebrar, mas a julgar pelo Orçamento do Estado que aí vem, comer uma banana sem ocorrências, é motivo para ficar feliz. Por isso, ou porque vocês que lêem são pessoal porreiro...ajudem o LdP a ter algum sentido fora do blogger... é que há muita malta que se queixa que não promovo o blog e eu também tenho ego...controlável, mas tenho.

Vão aqui: https://www.facebook.com/leaodeplastico e façam like à coisa. Prometo já que não vos corto as pensões, não vos aumento a conta da luz, nem vos vou ao pacote...de navegação mensal.

Para os mais cépticos, ficam algumas FAQs:

O Facebook (FB) do LdP vai ter conteúdos exclusivos?
Sim.
O FB do LdP vai dar prémios? 
Mas é claro!
O FB do LdP vai fazer de mim uma pessoa mais feliz?
Não o faria por outra razão.
O FB do LdP vai ajudar-me a encontrar o sentido da vida?
Fucking Yes!
O FB do LdP dá gases?
Pode acontecer, mas não gosto de me gabar.
O FB do LdP vai ser a melhor página de facebook de um blog do Sporting escrito por um palerma arrogante?
Não faço promessas, mas vou tentar.

SL

sábado, 12 de outubro de 2013

A fava

Saiu a quem menos a merecia. Patrício, que se especializou em Alvalade em dar pontos à equipa, desta vez tirou 2 a Portugal. Não vai fazer muita diferença, até porque o empate apura para o play off e não podemos honestamente dizer que a Russia perder pontos no Azerbeijão era um resultado normal.

Se o guarda-rede saiu mal na fotografia, o que dizer de Paulo Bento que ignorou quase toda a noção de bom-senso nas convocações. O que dizer das exibições de André e Hugo Almeida, Micael, Nani e Ronaldo. O que dizer de um público que encheu o estádio de silêncio.

Preocupa qualquer português que num jogo que podia ser decisivo, Portugal não ter conseguido um bom nível colectivo nem individual. Não abre muito o apetite para os playoffs.

SL

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Sucessos a prazo

Patrício está no topo. Dificilmente um jogador da Academia atinge um grau tão elevado como o dele. É titular indiscutível (aqui a expressão faz sentido) da Selecção, tem um valor de mercado elevado (algures entre os 14 e os 20 milhões), responde e corresponde sempre dentro do campo ao que os adeptos esperam dele.

Logo a seguir, Adrien e André Martins, dois médios que passaram perto de abandonar o clube, mas que hoje são o espelho do bom aproveitamento, da boa gestão de recursos.

Cedric e Wilson Eduardo já não são propriamente rookies, mas enfrentam hoje a sua primeira experiência titular num clube grande. Para já garantem os lugares, mas com bastante competição no plantel. Cedric tem uma nova "sombra" chamada Piris...Wilson vai mais uma vez disputar o lugar com Capel. Não vai ser fácil, mas uma coisa é certa - vão ter de amadurecer bem rápido se não querem deixar passar o "comboio".

William Carvalho e Eric Dier são outro tipo de jogadores. Estes estão destinados a outros voos. O médio tem sido a grande surpresa da Liga e o central, agora que resolvidos alguns problemas físicos, está a lutar com Mauricio e Rojo um dos lugares no centro da defesa.

São sete. Mas há mais.

Os resultados da equipa B não mostram (as razões disso serão matéria de post futuro) mas há dentro do Sporting ainda muitos craques por revelar.

Há 3 jogadores actualmente no Sporting B que cheiram a sucesso que tresandam: Esgaio (um capitão - responsabilidade, talento e empenho); Fokobo (uma pérola de força e velocidade que enche um campo inteiro) e João Mário (um maestro como raramente o Sporting formou).

O único problema, e isso já está a ser visível este ano, é que entrando a equipa A numa estabilidade desportiva (exibicional e financeira) as oportunidades para encarrilhar no onze são quase inexistentes. Além disso nem todos atingem a maturidade competitiva (exigível pelo clube) na mesma idade. E por exemplo para estes 3, a segunda liga já não é suficiente.

Não tão promissores e ainda menos preparados, estão Betinho, Ponde, Medeiros. Mané, Chabby, Mica Pinto, King, Figueiredo...mas em todo o caso será bom testá-los assim que possível em jogos de menos responsabilidade (eliminatórias da Taça, Taça da Liga) para ir verificando o nível de resposta.

Ainda num patamar mais jovem, há toda uma grande geração em perspectiva. José Postiga, Matheus, Braima e principalmente Palhinha são a garantia que há muito porque esperar, apesar de ser urgente a revisão de todos os contratos das camadas jovens, algo que já terá (?) sido feito depois do que aconteceu com os rapazes do Baldé.

Uma coisa ninguém tenha dúvidas. Um clube estável vai aproveitar muito melhor a Academia de Alcochete. Uma chefia forte e exigente aguentará (a maioria que interessa) mais tempo os bons atletas. Uma massa adepta confiante dará mais apoio e tempo para que tudo cresça no devido tempo. Dinheiro em caixa permitirá ir criando patamares de evolução dentro da área profissional e por último, um clube respeitado encontrará melhores soluções para emprestar jogadores.

Todos eles são sucessos a prazo.

SL

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Jornalismo low cost

Chamar para debaixo dos holofotes o ordenado de William Carvalho e fazer contrastar o parco valor (para 95% da população seria uma fortuna) com o talento do jogador é desonesto intelectualmente e em bom português, é uma filha da putice!

Porquê? Durante mais de 9 anos todos os media apontaram o dedo à gestão despesista do clube. As piadas eram diárias, as crónicas sobre onde e como era gasto o dinheiro incontáveis. Muitos, mas mesmo muitos jornalistas expuseram em milhares de artigos as asneiras, os cheques e as vassouras, as "grandes" contratações, os ordenados pornográficos...

No dia em que uma Direcção tenta salvar o clube da bancarrota, apostando (o que pode e não o que queria) no futuro da tão amada (dizem eles) Selecção Nacional...o que fazem os jornalistas? Sacam de um pedantismo absurdo (principalmente olhando o estado do país) e depreciam o esforço do Sporting...com um simples rótulo, nada inocente de...low cost.

O facto de William Carvalho ganhar 5.000 euros por mês, não é um erro de gestão desportiva, não é uma gaffe de avaliação de talento, não é uma hipocrisia (é o que o presidente ganha), não é sequer um esquecimento na aposta nos jovens da academia...é apenas um acto de gestão contida, um patamar possível para as finanças corroídas do clube.

Os media deviam elogiar este tipo de gestão. Deviam apontar o exemplo tanto do clube, como do jogador que aceitam em conjunto trabalhar em cima de um valor honesto e racional.

São estes exemplos que fazem deste país um exemplo de um território de assimetrias, onde uns se esfalfam por um punhado de euros e outros vivem em nuvens de inconsciência auferindo ordenados desfasados do mérito que gozam, desfasados da qualidade do produto que geram.

O jornal, o jornalista, o chefe de redacção que assinou por baixo o uso do termo low cost e todo o tom que o acompanhou sabiam o que queriam do artigo. Querem destruir, esmagar, confundir, preocupar, negativizar...em primeiro lugar os Sportinguistas, em segundo a coerência de gestão de BdC, em terceiro...o próprio rendimento do jogador.

O que sentirá um jovem talento a dar os primeiros passos como titular num grande clube...ao ouvir falar em chamadas à Selecção A...ver o seu rendimento, incomparavelmente mais baixo do que muitos colegas...exposto em capas de jornal como...low cost. Não afectará o seu rendimento, o seu foco, não sentiríamos nós nos nossos empregos uma grande pancada na nossa confiança...se o mesmo acontecesse?

O que querem estes jornalistas? Gente que fala no futebol português como se fossem observadores internacionais...gente que alimenta guerras entre clubes, gente que encobre corrupção, gente que se vende a troco de dinheiro e outras regalia. O que querem?

Tantos comunicados de imprensa do Sporting e é precisamente neste caso que eu acho que o silêncio do clube é grave. Um jornal está a usar de propaganda baixa e hipócrita para interferir na relação entre empregador e empregado. É um acto ofensivo, provoca dano directo na equipa de futebol.

Pela verdade no desporto, pelo respeito ao que o futebol português deveria ter à realidade do país, pelo respeito ao direito de um clube querer sobreviver, pela honestidade de avaliar uma acção pelo que ela é e não pelo que o jornalista quer que seja. por tudo isto, o Sporting devia marcar uma posição. Firme.

SL

PS -  A não chamada de Adrien para substituir Raul Meireles é incompreensível. A chamada de Custódio é anedótica. Paulo Bento conseguiu não substituir um médio de construção por outro (Adrien) e mesmo que optando por um trinco, deixar de fora o melhor jogador, neste momento, nessa posição (William). Espero sinceramente que esta medida não venha a constar da galeria de idiotices da Selecção Nacional onde já tínhamos o desprezo pelo Moutinho de verde às riscas.

Pinhata de assuntos

A notícia do dia é a distinção de William (como melhor puto do mês de Setembro). Rio-me quando os "do costume" dizem que o problema do jovem leão é a velocidade para fazer de 6 na Selecção. É que o habitual titular, Miguel Veloso...não é bem o que eu chamaria um Usain Bolt.

Ruben Vezo tem 19 anos (Setúbal), central e já é dado como um alvo do Sporting. Fez um....um jogo razoável...um jogo (!)...e já tem interessados?! Mas isto agora é assim?! A academia serve para quê? "Parece que adivinha onde é que a bola cai"...parece...

Os Alba vêm a Alvalade. Resta saber se vão dar uma de "Dancing Queen" ou de "Chiquitita".

Até os fundos põem o Sporting em tribunal. Não merecíamos já uma comarca no Alvaláxia.

A auditoria vai durar 13 meses a fechar. Como é que chegaram a este cálculo? Cada página A4 em 30 minutos? 1Mb a cada 2 horas? Molharam o dedo indicador e apontaram ao vento?

Ghilas,  Steven Vitória e Sílvio. Ah se eles pudessem voltar atrás...pediam muito mais dinheiro.

O Rony Lopes era um nobody no Seixal e passou a ser mega vedeta no City. O Javi Garcia era mega vedeta na luz e é um nobody no City...há aqui alguma coisa fora do sítio...alguma coisa rectangular, amarela, que os árbitros mostram...ou não.

O Norton de Matos...diz que em 2 ou 3 anos o benfas vai ter vedetas portuguesas no onze. O Orelhas dizia há 6 anos atrás que em 5 anos ia ter a espinha dorsal da Selecção. Jorge Jesus disse no início de época que o benfas estava perto da hegemonia do futebol português. O que vale é que ninguém os leva muito a sério...

"Cardoso é o abono de família de Jesus". Deve ser como aquele que eu recebo.

O Maxi foi expulso. Será que o benfas vai enviar uma exposição à UEFA. Afinal de contas foi violada uma das regras fundamentais do futebol: "jogadores com verrugas com mais de 6mm de diâmetro não podem ser expulsos".

O Braga de Jesualdo é bem pior que o de Peseiro. Tal como o de Peseiro era pior do que o Leonardo Jardim, que por sua vez ficou longe do de Domingos. O Salvador está a fazer um excelente trabalho...que continue assim.

Ainda ninguém teve tomates para o dizer, mas o Herrera é um cepo e o Izmailov joga ainda menos (e ganha ainda mais) do que no Sporting.

SL

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Moda Outono

Elogiar publicamente BdC está na moda. Já ninguém é gente se não tiver um smartphone, comer toneladas de rúcula e não fizer uma bela de uma declaração a fazer vénias à classe da gestão do presidente do Sporting. Para mim, já está a passar de oportuna a enjoativa. Os primeiros que o fizeram foram perspicazes, os segundos atentos, os terceiros correctos...mas estes últimos são...só mesmo...uns tansos.

O Labyad afinal parece que mudou de ideias e não quis renovar com salário mais baixo. Isso só lhe fica bem. Seria ofensivo, um jogador de classe mundial, que marca 30 golos numa época, faz 40 assistências...vir a ganhar menos. Era o que faltava! Onde é que BdC tinha a cabeça?!

Montero é o avançado do momento. Mas para alguns iluminados é um sapo gigante. Tão gigante...que provoca hemorragias retroactivas na expertise cerebral...recomendo a esses "bons rapazes" abrandar nos tintos vermelhos e nas aguardentes azuladas. O juízo vai ter melhorias súbitas.

Outra cena que está in são as mensagens via Twitter, Facebook ou Instagram dos jogadores de futebol a trocar miminhos com os colegas de equipa...no meu tempo eram acoites com as toalhas no rabo nos balneários...ou calduços à saída do campo, já para não falar nas clássicas moches dentro do autocarro. Mas isto agora é tudo mais digital, muito mais classy...muito mais sóbrio. Pergunto-me se os antigos "Foda-se! Caralho! Mexe-te pá! Acorda!" seguem por sms ao intervalo?

Os capitães do Real Madrid "exigiram" a presença do treinador no balneário para fazer queixinhas uns dos outros. WTF?! Nota-se que o Mourinho já não mora no Barnabéu, não se nota?

O Atlético de Madrid...é unânime...uma grande equipa, um bando de gladiadores, isto e aquilo...sinceramente, faz-me lembrar o Sporting do Octávio Machado...lindo de morrer, entusiasmante... até à primeira derrota.

Discussão da moda: o 2x1 ou o 1x2 no meio campo. É impressão minha ou estes "comentadores tácticos" acordaram agora para a vida? Ainda me lembro das dúvidas que Oceano, Douglas ou Rochemback colocaram aos "misters" do Sporting...isto tem tanto de relevante com tem de barbas.

O girafa de carnide disse "corremos pelo presidente" ou qualquer coisa do género. Primeiro gostava de saber o que pensa o "grande amigo dos jogadores Jesus" desta declaração. Segundo...gostava de saber quem terá ajudado o jogador a decorar uma frase tão extensa.

Até ex-dirigentes dos benfas já põem o dedo na ferida: A equipa está a jogar uma merda. Desculpem-me a honestidade brutal, mas olhem...acho que a única diferença este ano é que ganham menos vezes...o espectáculo é o mesmo há anos...pouco.

O Quintero apesar de tudo, continua a ser suplente. O Pinto da Costa corrupto e o treinador uma nódoa...nos tripeiros leva-se ao limite o conceito de não mudar algo que está mal, muda-se algo que não ganha.

SL

domingo, 6 de outubro de 2013

Chávena cheia com Piris seguro

A minha grande dúvida para este jogo era como a equipa se ia portar sem o motor da asa esquerda. Ia andar às voltas sobra uma asa peruana? Ia abrir uma avenida nova ao lado de Mauricio?

Jefferson é um bom jogador, pode nunca chegar aos big boys da Europa...pode chegar e fazer muito boa figura logo na prateleira seguinte. O Sevilha já entendeu o que muitos outros vão ter a certeza no final da época. O Sporting tem um lateral esquerdo que joga à bola...não é apenas um defesa que fecha a lateral e ocasionalmente sobe e faz uns cruzamentos...nope...o Jeff é dos outros.

Mas a verdade é que não havendo o lateral brasileiro, ouve um adaptado lateral paraguaio. E para estreia, desposicionado, o Piris mostrou que não é mais um que chega por ocasião. A coisa até não começou promissora...a equipa no inicio de jogo pouco activou a ala esquerda, porventura desconfiada da capacidade do paraguaio para fazer o que o titular conseguia...mas a cada lance, Piris foi mostrando que tanto a defender como atacar...estava lá.

O Setúbal tinha clara instruções para insistir em subidas pelo lado do estreante...mas a coisa não foi fácil, a ala estava bem protegida. Foi visível que Piris não é um "raider", não se adianta tanto nas subidas, mas também não tem tanto que recuperar posição quando o Sporting perde a posse de bola. Normal se pensarmos que vem de uma experiência do futebol italiano.

A minha dúvida teve uma resposta positiva. Piris serve na perfeição até ao regresso de Jefferson. Mais...pelos detalhes técnicos mostrados e pelo facto de este jogo ter sido apenas o primeiro que faz na equipa A...que se cuide Cedric. O lateral português não está a salvo...ainda por mais com um treinador que não vê nacionalidades, idades ou valor de mercado.

Quanto aos restantes, que dizer? Montero, mais dois golos e mais umas medalhas de terror nos adversários. Martins com 2 ou 3 pormenores que acordam um estádio (tem de levar a coisa até ao fim e levantá-lo mesmo), Carrilho igual a si próprio, entre o fabuloso e o inconsequente, Adrien e William e Patricio com mais um grande show de classe e pedigree, Cedric-Rojo-Mauricio-Eduardo certos e afinados, mas só.

No final do jogo, fica o espectáculo dado aos adeptos, mais um salto de crescimento da equipa e uma noite de pequenas descobertas e confirmações. Alvalade está a ser sinónimo de bom futebol e a merecer as multidões que o visitam.

Quanto às candidaturas...deixemo-nos de mariquices. Estamos na 7ª jornada...ainda muito pode acontecer. O pior que podemos fazer a nós próprios é "aceitarmos" pressão de objectivos que nunca foram contabilizados...os outros que investiram milhões e "recusaram" milhões que se virem. A coisa está fixe assim...para quê estragar?

SL

PS - Noite de estreia para Mané...mais um.

 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O estranho caso de Mauricio

Um tipo começa a dar nas vistas na equipa B do Palmeiras. É jovem e tal, mas mostra mais do que jeito para a bola, mostra-se firme e estreia-se cedo numa das últimas boas equipas do verdão. O clube atravessa uma crise financeira tramada e um gajo chamado Henrique sai para o Barcelona. Luxemburgo, não o país, mas o treinador...não tem dúvidas e mete o puto na equipa...a coisa vai de vento em popa.

2009. Fala-se já numa possível internacionalização...surgem boatos que o São Paulo e PSV andam de olho no rapaz que se vai safando e afirmando. Mas o vento em popa passou para a venta...e em pleno relvado frente ao Grémio, o central "molha a sopa" com um colega de equipa...Obina, o "Etoo do Brasil" por sinal um gajo jeitoso nas artes de fazer amigos (que o diga Índio do Inter que viu de perto e bem focado o cotovelo do avançado. Valeu 120 dias de castigo).

Para o Mauricio e Obina um regresso. Obina regressou ao Flamengo mais depressa. Mauricio regressou à estaca zero. Emprestado ao Grémio, não se deu bem com os ares gaúchos, nem com todos os ares que vieram de 6 em 6 meses. Portuguesa, Vitória e Joinville são o desenho perfeito de uma descida de escorrega rumo ao esquecimento. O brasileiro não é que jogasse mal, mas nunca ninguém dava ao Palmeiras aquilo que este pedia.

Fim de paciência e fim de dinheiro... o Palmeiras prescinde de Maurício. Assina pelo Sport Recife, esse sim habitue nos escalões secundários. Uma época razoável para o central, um ano negro para o ex e o presente clube. Os dois descem de divisão. Ninguém se ficou a rir...ou mais ou menos. Assim e  de pára-quedas cai no colo do defesa uma proposta de um clube europeu. Não é o Barcelona, mas pelo menos joga primeira divisão.

Mesmo sabendo que o Sporting o quis por ser um jogador quase "livre", era um sonho. Mesmo sabendo que aparentemente era um clube que já tinha visto melhores dias, era um passo inesperado na direcção da fama...e do dinheiro. Com mais ou menos dificuldades de fechar negócio, Maurício passava do Sport para Sporting.

A expectativa começou baixa. Para o lugar do zuca, já lá estavam Rojo, titular da Selecção Argentina, Ilori e Dier duas grandes revelações meio britânicas e Boularouz um veterano ex-titular da Holanda. Assim à primeira vista, ser 4º central já seria bom. Mas a maré que o trouxe era mesmo de sorte...Dier vem lesionado do Mundial de Sub20, Ilori desce à B  para "repensar" a renovação e Boularouz é convidado a ir ver se chovia noutro sítio qualquer. De repente a pré-época abre com uma vaga espaçosa e com vista para o mar na equipa titular.

No 1º jogo da pré-época entra aos 46m. No 2º começa a titular. No 3º faz um auto-golo e cúmulo da sorte no azar, podia ter valido a perda da titularidade no jogo seguinte....mas Rojo lesiona-se e para o jogo seguinte...só ele e os miúdos da B. 4º jogo e marca o primeiro golo da partida. 5º jogo e situação curiosa, frente ao Nacional, sai aos 65 min e reentra aos 83. 6º jogo e a pior exibição frente a uns caceteiros do West Ham...mas não há ninguém para disputar o lugar.

Como diria o Phill Collins nesse pastel da balada pop dos idos 80s, a coisa foi mesmo "against all ods"...e Mauricio dos Santos Nascimento, com três nomes apenas, fechou a camisola 3 e de opção 4, tem posto outros 3 a rodar na vaga ao seu lado. Continua a não ser um craque, continua a passar despercebidos nos jogos, mas desde o início que Jardim vê qualquer coisa ali maior que o currículo e que os apontamentos individuais. Vê um jogador de equipa, que se está a esforçar ao máximo para vencer no futebol.  Sério, disciplinado, rigoroso.

O futuro parecia guardado a outros nomes, nomes mais amados como Steven Vitória, Ilori ou Dier, mas o que os rivais e empresários levaram deixam para já o brasileiro a navegar numa maionese de sorte e empenho, um caso estranho de sucesso, que desafia as leis dos que só vêm o futebol 30 metros à volta da bola e de jornada a jornada. Afinal há muito mais para entender.

SL